Notícias

Chewy, Varejista Online de Produtos para Pets nos EUA, Aumenta Vendas em 3,1% no Primeiro Trimestre de 2024

Escrito por Pet Conecta Digital

10 JUL 2024 - 15H50 (Atualizada em 10 JUL 2024 - 15H55)

A Chewy, uma varejista online de produtos para pets com sede na Flórida, registrou um crescimento de 3,1% nas vendas nos três meses até 28 de abril de 2024. A empresa gerou US$ 2,87 bilhões (€2,65 bilhões) em vendas no primeiro trimestre do seu ano fiscal de 2024, em comparação com US$ 2,79 bilhões (€2,58 bilhões) no mesmo período de 2023.

Os lucros brutos aumentaram de US$ 792,8 milhões (€733,5 milhões) para US$ 853,99 milhões (€790 milhões).

“O valor oferecido pela Chewy continua a ressoar com nossos clientes,” afirma o CEO Sumit Singh.

O lucro líquido quase triplicou ano a ano (YoY), atingindo US$ 66,9 milhões (€61,8 milhões). O lucro líquido subjacente para os três meses até abril foi de US$ 137,1 milhões (€126,8 milhões).

Os clientes do programa de autoship (envio automático) representaram 77,6% do total das vendas de fevereiro a abril de 2024, gerando receitas de US$ 2,23 bilhões (€2,06 bilhões). No primeiro trimestre do ano fiscal de 2023, esses clientes representavam 75% da receita total, ou US$ 2 bilhões (€1,85 bilhões).

As vendas líquidas por cliente ativo foram, em média, de US$ 562 (€519), conforme informações compartilhadas com os investidores.

A Chewy espera um crescimento de 2-3% YoY no segundo trimestre do ano fiscal de 2024 e vendas líquidas entre US$ 2,84 bilhões (€2,62 bilhões) e US$ 2,86 bilhões (€2,64 bilhões).

Para o ano completo, a empresa projeta um aumento nas vendas líquidas de 4-6%, atingindo uma faixa de US$ 11,6 bilhões (€10,7 bilhões) a US$ 11,8 bilhões (€10,9 bilhões).

O crescimento consistente da Chewy pode servir como um indicador positivo para o mercado pet brasileiro, que também tem visto um aumento na demanda por produtos e serviços de qualidade para animais de estimação. Estratégias como a adoção de programas de envio automático (autoship) podem ser exploradas por empresas brasileiras para aumentar a fidelização e as vendas recorrentes.

Além disso, o foco em melhorar a experiência do cliente e oferecer um valor agregado significativo, como destacado pelo CEO da Chewy, pode ser uma estratégia eficaz para atrair e manter consumidores no mercado pet brasileiro. Investir em uma forte presença online e em campanhas de marketing digital pode ajudar as empresas brasileiras a capturar uma maior fatia de mercado e a responder à crescente demanda por conveniência e serviços personalizados.

Implementar práticas de atendimento ao cliente e logística eficiente, como as demonstradas pela Chewy, pode aumentar a satisfação do cliente e, consequentemente, impulsionar as vendas e os lucros no setor pet no Brasil. 

mulher-de-foto-completa-com-cachorro-em-estudio_23-2150747608
Notícias

Crescimento do mercado pet demanda diversificação de profissionais; comportamento animal é um dos destaques

O mercado pet brasileiro cresceu no pós-pandemia, impulsionado pela adoção de animais e novas necessidades dos tutores. Projeções indicam que o setor pode crescer 12,8% em 2024, alcançando R$ 54 bilhões. Profissões diversas, como veterinários e especialistas em comportamento, são essenciais. Serviços como Dog Walker, Creches e Pet Sitters tornaram-se indispensáveis. A PET South America oferecerá o curso PET Comportamento, focado no treinamento e bem-estar de gatos e cães, com especialistas abordando desafios comportamentais e estratégias terapêuticas.

vista-lateral-do-cao-assistindo-proprietario-trabalhar-no-laptop_23-2148567042
Notícias

Gastos com produtos para pets impulsionaram a performance das vendas online no país

Nos últimos anos, o Brasil viu uma transformação nos hábitos de consumo, especialmente após a pandemia, com um aumento de 192% nos gastos digitais. O setor de produtos para pets cresceu 162%, destacando a mudança nas preferências de consumo e a adaptação do mercado para atender a novas demandas.

Imagem1
Notícias

Bulldog Francês é Nomeado a Raça Mais Popular nos EUA pelo Segundo Ano Consecutivo: Entenda o Porquê

O American Kennel Club (AKC) anunciou que o Bulldog Francês foi a raça mais popular nos EUA pelo segundo ano consecutivo, superando o Labrador Retriever, que liderou por 31 anos. Em 2023, o Labrador ficou em segundo, seguido por Golden Retriever, Pastor Alemão e Poodle. Dachshund subiu para 6º, Bulldogs caíram para 7º, Beagle manteve-se em 8º, Rottweilers caíram para 9º, e o Pointer Alemão de Pelo Curto ficou em 10º. O aumento da popularidade do Bulldog Francês deve-se à sua natureza afável e adaptável.

Boleto

Reportar erro!

Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou de uma informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pet Conecta Digital, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.